Bem-vindo(a)! *-*

Seja bem-vindo(a) ao meu blog, criei ele com intenção de ajudar a portadores de vitiligo, como eu. Portanto, sejam bem-vindos todos os interessados no assunto! beijo (:

domingo, 8 de maio de 2011

Como "aceitar"

     Querer na maioria das vezes não é poder, e muitos sabem disso. Se me perguntarem se eu quero ficar curada do vitiligo, claro que sim, eu responderia. Porque afinal é a mesma coisa de se perguntar se uma pessoa com sede quer água, se um faminto quer algo para saciar sua fome, ou se um deficiente visual quer enxergar. Sabe, são coisas óbvias demais, coisas que realmente não é necessário nem se perguntar, porque sua resposta já está bem visível. Pois é, a vida é assim, uns tem algo, outros não tem, mas todos nós temos algo diferente, algo que é único de cada pessoa, talvez alguns não tenham descoberto ainda, mas todos nós temos. Posso dizer que ninguém é perfeito, pois cada um de nós tem defeitos. Mas defeitos que nos tornam únicos.
     Eu quero ficar curada do vitiligo, você quer, nós queremos. Uns conseguem essa dádiva, até sem mesmo fazer esforço algum, mas acredite, isso é merecimento de cada um. Uns tentam há anos, fazem de tudo que é tratamento, mas nada de se curar, cada corpo tem seu processamento, e o psicológico ajuda muito ele a trabalhar melhor. Quando você mesmo tem vergonha de si próprio, você mesmo gera preconceito sobre si. E isso não é bom. Quando se fala aceitar, não é gostar de ter ou querer pra sempre ter vitligo. É nada mais nada menos, do que você ter uma vida normal, sem se preocupar com ele, ou de uma maneira em geral, não se preocupar com o seu “problema”. Porque quando pensamos muito, no que os outros vão pensar, no que os outros vão achar, ou se os outros vão te olhar, paramos no tempo, porque deixamos de ser feliz, deixamos de fazer o que realmente gostamos, o que realmente nos satisfaz. Eu sei muito bem o que é isso, e sei que não é nenhum pouco fácil, mas que é necessário que aprendamos a agir assim, pelo nosso próprio bem. Porque uma coisa que devemos fazer na vida é nos valorizar, pois nós não somos o que há de ruim em nós, somos o que nós temos de melhor, e saiba que você é muito mais que essas manchinhas, que elas não são nada comparado ao que realmente você é por dentro. E não sei se pra você é assim, mas pra mim, uma pessoa se torna bonita a partir da hora que ela é gentil, simpática, educada, o que ela realmente tem de bom, é que as tornam bonitas. E não simplesmente a sua beleza exterior, porque tem muita gente com o rosto bonitinho, e não vale nada, porque é ignorante, não trata as pessoas bem, e muitas outras que fazem desvalorizar a beleza que realmente importa. E aposto que você ai, é lindo, mesmo, mesmo. Sem tentar agradar. Se valorizem mais! Façam a sua vida valer a pena.


15 comentários:

rumo ao iaene.orem por mim disse...

vove vai dar dicas de como se comportar diante da sociedade?

mssmoura.onicel disse...

Com mais de 50 anos...não tenho mais esperanças de ficar curada...então tive duas saidas..ou viver infeliz ate a morte ou me aceitar como sou...A segunda opção foi a melhor escolha que fiz na vida..hj sou bem mais feliz...tenho certeza..que muita gente que não tem vitiligo.

Amanda Roberta disse...

Verdade, tem muitas, muitas pessoas que nem se quer têm motivos necessários pra viver assim, e é infeliz. É isso ai, mesmo tendo ou não tendo mais esperança, pelo período que ainda temos vitiligo, temos que "aceitar" de alguma forma, porque caso contrário o resultado será só infelicidade... Um beijo, e obrigada por ter vindo aqui. (:

Amanda Roberta disse...

Então, "rumo ao iaene.orem por mim", com relação à sua pergunta, não é exatamente dar "dicas" de como se comportar diante da sociedade, mas sim como pensar e agir, pra não viver amargurado, sem motivos pra viver. Acho que é isso que eu quero mostrar, não é exatamente fazer com que você mude sua personalidade nem nada, apenas quero mostrar pra vocês o que eu aprendi nesses anos que tenho vitiligo.. e quero transmitir pra vocês uma melhor compreensão, pra que vocês enxeguem de outra maneira, de uma forma mais compreensiva.

Quer que eu dê dicas? (:

João Victor disse...

que blog lindo, eu venho quase toda vez que entro no computador dar uma olhada nele, espero que continue, bem forte, firme do jeito que você é e ajude os outros a superar e aprender o que você sabe e que possa aparender com eles, beijos s2, seu amor !

Amanda Roberta disse...

aaaaaaaaah meu amor, fico tão feliz de ouvir isso de você *-* Vou continuar sim, se Deus quiser. Obrigada mesmo, por tudo meu anjo!

gabriela disse...

oi meu nome é gabriela eu tenho 14 anos tenho vitiligo desde os 5 anos de idade.Tenho vitiligo nas pernas nunca me aceitei,não saiu pra rua com um chortes tenho tanta vontade de usar um chorte nos dias de sol;não gosto de ir a praia por causa das minhas manchas ,fico izolada dentro de casa a não sei eu me acho muito inferior as outras pessoas acho que se minhas amigas souber que eu tenho vitilgo elas nem vão querer ser mais minhas amigas.
Queria que voçê me desse conselhos porque eu não aguento mais,ja passei anos usando uma pomada recomendada do medico mais não melhorou nada!
Espero que voçê me entenda.

Ana Paula Valcante disse...

Putz...Doeu meu coração ao ler seu comentário agora Gabi!

Meu nome é Ana Paula, tenho 20 anos de idade e 13 de vitiligo.

Sei bem pelo que vc está passando, desde 7 anos descobri que tenho vitiligo e antes, muito antes morria de vergonha dele, achava que não poderia namorar ou casar pq nenhum cara se interessaria por uma "zebra" rsrs...Mas fui crescendo amadurecendo e percebendo que o vitligo era parte de mim e que não me atrapalhava em nada para conseguir oq qria...

Ninguém que realmente goste de vc ira se afastar de ti por causa disso. Como dito no post, vc é muito mais do que simplesmente essas manchas. Na boa hj eu sou totalmente desencanada com isso, nem faço mais tratamento, pois eles só me enchiam a paciencia e nem ajudava mto, optei por deixar a vida me levar e ser feliz e se alguem tiver preconceito, me intristesse sua ignorância.

Hj eu penso que o vit é uma forma visual de mostra-mos ao mundo que somos diferentes da maioria. Somos sensíveis e preocupados e jogamos isso em nossos corpos, mas esse ato não que dizer que somos frageis! E a prova disso é que hj vc veio aqui expor com coragem parte de sua história, então parabéns, esse já é o primeiro passo para a mudança...aceitar!

Bjinhos;*

Ps. Parabéns pelo blog e pela iniciativa! =)

Amanda Roberta disse...

Oi Gabriela, é muito triste ler isso, e sei o que você está passando. Isso realmente é muito difícil, logo no começo eu tinha muita vergonha, e ficava muito triste, e com raiva quando as pessoas olhavam pra mim, eu sentia vontade de xingar tudo que é tipo de palavrão, e perguntar o porque estavam olhando pra mim, mas eu não fazia isso. Já chorei muito, muito mesmo, e como você disse também me sentia diferente dos outros, mas apesar de tudo nunca deixei de usar nem uma roupa por causa disso, muitas vezes me sentia desconfortável, mas sabe... hoje, é como se eu não tivesse. Eu tenho no rosto, no pescoço, nos braços/cotovelos/mãos, nas pernas/joelhos/pés, e alguns outros. Graças a Deus, hoje não ligo mais pra isso, acho que posso dizer que me aceito, não é que eu goste de ter sabe... mas eu não deixo que minha vida se destrua pelo fato de eu ter vitiligo, eu quero é viver, se os outros olham? Deixa olhar :D Não se sinta inferior por isso meu bem, com o tempo você vai aprendendo a aceitar... mas se sinta a vontade pra usar short, biquíni, o que for, não fica assim, olha bem, uma coisa eu vou te dizer, de nenhuma maneira alguém que realmente te ama, que realmente é teu amigo, vai te deixar de lado por saber que você tem vitiligo, não mesmo, ao contrário, se eles realmente te amam eles vão te apoiar em tudo, e quando você estiver triste por isso eles vão ser os primeiros a te ajudar, a te colocar pra cima. Não fique isolada em casa, se divirta, não ligue se os outros olhem, ou pelo menos tente não ligar, isso vai te fazer bem, sério, se nos olham é porque o vitiligo realmente chama atenção, mas não significa que estão olhando porque estão nos descriminando. Você tem apenas 14 anos, tem uma vida inteira pela frente, não deixe que nada, nada mesmo te impeça de ser feliz. Aposto que você é linda, principalmente por dentro, as pessoas se apaixonam pela beleza interior, a beleza externa é uma paixão passageira, que logo vai se acabar, seja como você é, as pessoas vão gostar de você por isso, acredite. Certo minha linda? Qualquer coisa que quiser desabafar pode vim aqui, estou de braços abertos, pra qualquer um que precisar de minha ajuda, faço isso com maior prazer. (:
Você é de onde?
Siga sua vida, siga seus sonhos, ame, ignore os que não compreendem o que você está passando, seja feliz, e aposto que você vai conseguir! Um beijo, foi um prazer, e volte sempre, sinta-se a vontade! (:

Amanda Roberta disse...

Verdade Ana Paula, o tempo vai passando e nós amadurecendo, e percebendo que o vitiligo não nos atrapalha em nada, e como você mesma disse, ninguém que realmente goste da gente irá se afastar por isso. É muito do nosso psicológico isso..

Ahh, muito obrigada mesmo, Ana! Um beijo, volte sempre e seja bem-vinda! (:

Flávia disse...

Amanda, parabéns pela sua iniciativa.
Olá Gabriela, meu nome é Flávia e tenho vitiligo desde os meus 20 anos e sei o que vc sente.Qd. descobri que estava com vitiligo, tb me revoltei achei que ninguém fosse gostar de mim, mas seje vc mesma tenho certeza que vc é uma garota maravilhosa e se as meninas que te cercam forem realmente amigas não se importarão com o teu vitiligo. Eu tenho várias amigas e casei com uma pessoa maravilhosa que nem se importa com esta doença que não me atrapalha em nada. Viva a vida feliz, pois não são as pessoas que devem nos aceitar e sim vc menina, desencana que vc viverá muito melhor, bjs

Rafaelhenrique disse...

Oi , meu nome é Rafael Henrique , tenho 16 anos , desde dos 8 anos tenho vitiligo .. , tenho minha vida normal , até porque isso não é nada pra mim , são pequenos detalhes da vida ;) quem quizer contato pra falar mais sobre isso , meu msn ae , Rafaelgarcia1924@hotmail.com , bjos galera !

Michele disse...

Querida...boa tarde

Sou Michele Bernardo tenho 30 anos 9 até dia 28/01)...kkkkk, sou casada com um homem maravilhoso e não tenho filhos. Há 3 anos tenho vitiligo, por predisposição genética e por motivos emocianais. As manchas estão aumentando consideravelmente, faço tratamento de fototerapia e por ser muito anciossa, não estou vendo o resultado esperado. Hoje procurando algo sobre o assunto, encontrei seu blog, que lindo. Vc alcança o coração das pessoas na forma mais simples de encontra-las, através de doces palavras. Parabéns querida, desejo em breve poder aceitar o fato que tenho vitiligo e viver mais feliz como fui outrora....Se quiser me encontrar no facebook segue meu endereço...myfyfer@hotmail.com....adoraria ter uma amiga como vc. Deus te abençoe sempre, e continue neste belo propósito.
Forte abraço

Fraternalmente

Michele Bernardo

Vanessa Muniz Souza ♥ disse...

Oiiie Manda Gostei muito do seu bloog ... Parabéns :D ...
TenhO 16 anos e tbm tenho :/ em muitas partes do corpo ... o mas importante e ter fe em Deus que um dia seremos curadas, assim Como ele ressusiitou Lazarro assim como ele curou a lepra de um homemm ... hehehe Fe em Deus q ele e Justo ....
Queriida tudo de bom pra vc :D Beijos VAnessa Muniz

Mayara Cerqueira disse...

Boa noite...
Meu nome é Mayara, tenho 14 anos e tenho o Vitiligo desde 2008... No começo nasceu umas manchas bem pequenas nos meus olhos depois, viraram manchas muito grandes, mesmo assim eu não tinha vergonha, mas a minha mãe tinha por mim... Ela me fazia usar óculos e bonés para esconder...Passou um tempo de tratamento e a metade das manhas do olho sumiu... No começo de 2011, minha mãe decidiu se mudar para a Bahia e eu tive que ir, pra mim foi a pior coisa que poderia ter acontecido comigo, comecei a estudar e no primeiro dia de aula a escola parou só pra mi ver e ai começou o bulliyng e era por vários motivos por ser Paulista, Gorda e pelo Vitiligo. Durante 5 meses Minha vida era da casa para a escola da escola para casa e foi assim que eu entre em uma depressão... e as manhas que tinha sumido, voltaram não sozinhas mais com muitas outras machas que apareceram pelo meu corpo (só nas partes visíveis, como, joelhos, cotovelos, pés, mãos e etc). Comecei a me acostumar fiz "amizades" mas duas pessoas foram meus "Anjos"... Eu comecei a sair de casa parei de ficar trancada no quarto sozinha e foi assim que chegou a grande noticia, minha mãe decidiu voltar para São Paulo... Eu entrei em panico depois de tanto sofrimento quando eu consegui basicamente superar o Bullying ela quer ir em bora ?!
Eu não conseguia entender... Em 2012 voltei para São Paulo, para mesma escola o mesmo tudo, e eu voltei a sofrer Bullying e ganhei um apelido que eu acho que nunca vou esquecer "café com Leite" e depois disso eu parei de usar short, saia, camiseta, sandália, sapatilha e etc... Hoje minha mãe manda eu usar short e camiseta, quando eu falo que não ela fala que eu sou loca, que to doente, mas eu não ligo porque eu sei que ela não tem a minima ideia do que eu sinto e ela é a Minha grande Guerreira que me criou sozinha então isso é relevante.
Bom eu não sei o porque fiz isso mas..... Eu precisava desabafar de algum jeito.